Tipologias de Operação do Eixo 2

 

TO

Designação da TO

Objetivos da Tipologia 

Beneficiários

OI/BREPP

UGO

2.01 Vida Ativa IEJ As ações a financiar visam aumentar as condições de empregabilidade dos jovens que não estão em situação de emprego, ensino ou formação, através do investimento na aquisição de competências ajustadas às necessidades do mercado de trabalho e que podem contribuir para a conclusão de um ciclo de estudos. Pessoas singulares ou coletivas, de direito privado, com ou sem fins lucrativos;
Pessoas coletivas de direito público, pertencentes à administração central, incluindo assim Institutos Públicos, autarquias locais, comunidades intermunicipais e áreas metropolitanas;
Entidades que integram o setor empresarial do Estado ou o setor empresarial local;
Estabelecimentos de ensino superior

IEFP

I

2.02 Programa Retomar Visa permitir o regresso ao ensino superior de jovens NEET que pretendam completar formações anteriormente iniciadas ou realizar uma formação diferente, nomeadamente incentivando o regresso de antigos estudantes que abandonaram este ciclo de estudos antes da sua conclusão, combatendo assim o abandono escolar neste nível de ensino.

Pessoas singulares ou coletivas, de direito privado, com ou sem fins lucrativos;
Pessoas coletivas de direito público, pertencentes à administração central, incluindo assim Institutos Públicos, autarquias locais, comunidades intermunicipais e áreas metropolitanas;
Entidades que integram o setor empresarial do Estado ou o setor empresarial local;
Estabelecimentos de ensino superior

DGES

I

2.03 Estágios IEJ Visam complementar e desenvolver as competências dos jovens desempregados, pelo exercício acompanhado de competências adquiridas e melhorar o seu perfil de empregabilidade, através de uma experiência prática em contexto de trabalho. Pessoas singulares ou coletivas, de direito privado, com ou sem fins lucrativos;
Pessoas coletivas de direito público, pertencentes à administração central, incluindo assim Institutos Públicos, autarquias locais, comunidades intermunicipais e áreas metropolitanas;
Entidades que integram o setor empresarial do Estado ou o setor empresarial local;
Estabelecimentos de ensino superior
IEFP II
2.04 Emprego Jovem Ativo Visa através da realização prática de um conjunto de atividades numa entidade durante, preferencialmente, cerca de 6 meses (máximo de 12 meses), a aquisição de competências não formais por via da inserção profissional, preparando a integração de jovens no mercado de trabalho Pessoas singulares ou coletivas, de direito privado, com ou sem fins lucrativos;
Pessoas coletivas de direito público, pertencentes à administração central, incluindo assim Institutos Públicos, autarquias locais, comunidades intermunicipais e áreas metropolitanas;
Entidades que integram o setor empresarial do Estado ou o setor empresarial local;
Estabelecimentos de ensino superior
IEFP II
2.05  PEPAL Visam complementar e desenvolver as competências dos jovens desempregados, pelo exercício acompanhado de competências adquiridas e melhorar o seu perfil de empregabilidade, através de uma experiência prática em contexto de trabalho. Pessoas singulares ou coletivas, de direito privado, com ou sem fins lucrativos;
Pessoas coletivas de direito público, pertencentes à administração central, incluindo assim Institutos Públicos, autarquias locais, comunidades intermunicipais e áreas metropolitanas;
Entidades que integram o setor empresarial do Estado ou o setor empresarial local;
Estabelecimentos de ensino superior
DGAL II
2.06  Estágios PEPAC - Missões Visam a oferta de uma experiência profissional enriquecedora em áreas de formação estratégica para o País, elevando as competências técnicas e comportamentais dos jovens e promovendo a sua empregabilidade futura. Pessoas singulares ou coletivas, de direito privado, com ou sem fins lucrativos;
Pessoas coletivas de direito público, pertencentes à administração central, incluindo assim Institutos Públicos, autarquias locais, comunidades intermunicipais e áreas metropolitanas;
Entidades que integram o setor empresarial do Estado ou o setor empresarial local;
Estabelecimentos de ensino superior
SG-MNE II
2.07  Inov Contacto Consiste num programa de estágios profissionais, em contexto internacional, que visa a formação de jovens quadros na área da internacionalização, colmatando insuficiências de quadros especializados nas áreas da exportação e de internacionalização das empresas, através do desenvolvimento de competências relevantes. Pessoas singulares ou coletivas, de direito privado, com ou sem fins lucrativos;
Pessoas coletivas de direito público, pertencentes à administração central, incluindo assim Institutos Públicos, autarquias locais, comunidades intermunicipais e áreas metropolitanas;
Entidades que integram o setor empresarial do Estado ou o setor empresarial local;
Estabelecimentos de ensino superior
AICEP II
2.08 Apoios à contratação Consiste no apoio financeiro a empregadores que celebrem contratos de trabalho a tempo completo ou a tempo parcial, sem termo ou a termo certo, de duração igual ou superior a 6 meses, com jovens desempregados inscritos nos serviços de emprego, podendo incluir formação profissional para os trabalhadores contratados e apoios a encargos não salariais, através do reembolso de uma percentagem da Taxa Social Única (TSU) paga pelo empregador. Pessoas singulares ou coletivas, de direito privado, com ou sem fins lucrativos;
Pessoas coletivas de direito público, pertencentes à administração central, incluindo assim Institutos Públicos, autarquias locais, comunidades intermunicipais e áreas metropolitanas;
Entidades que integram o setor empresarial do Estado ou o setor empresarial local;
Estabelecimentos de ensino superior
IEFP II
2.09 Empreende Já - Rede de Perceção e Gestão de Negócios Consiste na constituição de uma rede composta por um conjunto de associados que inserem oportunidades de negócios que serão disponibilizadas aos jovens aderentes, que tendo capacidades e ou competências, não possuem ideias para transformar em projetos, para que estes possam desenvolver na perspetiva da constituição de empresas e, concomitantemente, criarem o seu posto de trabalho e outros necessários. Pessoas singulares ou coletivas, de direito privado, com ou sem fins lucrativos;
Pessoas coletivas de direito público, pertencentes à administração central, incluindo assim Institutos Públicos, autarquias locais, comunidades intermunicipais e áreas metropolitanas;
Entidades que integram o setor empresarial do Estado ou o setor empresarial local;
Estabelecimentos de ensino superior
IPDJ II
2.10 COOP Jovem Programa de apoio ao empreendedorismo cooperativo, destinado a apoiar os jovens na criação de cooperativas, como forma de desenvolvimento de uma cultura solidária e de cooperação, facilitando a criação do seu próprio emprego e a definição do seu trajeto de vida. Pessoas singulares ou coletivas, de direito privado, com ou sem fins lucrativos;
Pessoas coletivas de direito público, pertencentes à administração central, incluindo assim Institutos Públicos, autarquias locais, comunidades intermunicipais e áreas metropolitanas;
Entidades que integram o setor empresarial do Estado ou o setor empresarial local;
Estabelecimentos de ensino superior
CASES II
2.11 Programa de Reconversão Profissional - AGIR (Açores) Visa promover a inserção no mercado de trabalho de desempregados não subsidiados, inscritos nas Agências para a Qualificação e Emprego da Região Autónoma dos Açores, há pelo menos 4 meses, composto por uma componente de formação específica e outra de formação em contexto real de trabalho, mediante a realização de um estágio profissional de 6 meses nas áreas agrícola e industrial. Pessoas singulares ou coletivas, de direito privado, com ou sem fins lucrativos;
Pessoas coletivas de direito público, pertencentes à administração central, incluindo assim Institutos Públicos, autarquias locais, comunidades intermunicipais e áreas metropolitanas;
Entidades que integram o setor empresarial do Estado ou o setor empresarial local;
Estabelecimentos de ensino superior
DREQP (RAA) I
2.12 Estagiar T (Açores) Visa possibilitar aos jovens NEET com qualificação de nível intermédio um estágio profissional no contexto real de trabalho que complemente e aperfeiçoe as suas competências socioprofissionais, ao mesmo tempo que pretende facilitar o seu recrutamento e integração nas empresas (Região Autónoma dos Açores). Pessoas singulares ou coletivas, de direito privado, com ou sem fins lucrativos;
Pessoas coletivas de direito público, pertencentes à administração central, incluindo assim Institutos Públicos, autarquias locais, comunidades intermunicipais e áreas metropolitanas;
Entidades que integram o setor empresarial do Estado ou o setor empresarial local;
Estabelecimentos de ensino superior
DREQP (RAA) II
2.13 Programa de Incentivo à Inserção do Estagiar L e T (PIIE) Açores Consiste na atribuição de um apoio financeiro a entidades empregadoras da Região Autónoma dos Açores que, tendo acolhido jovens no âmbito do Programa ESTAGIAR L e T, os contratem, a tempo completo, por um período não inferior a um ano e que, simultaneamente, mantenham o mesmo nível de emprego, contribuindo assim para a facilitação da transição para o mercado de trabalho dos jovens que se encontrem a terminar o seu estágio. Pessoas singulares ou coletivas, de direito privado, com ou sem fins lucrativos;
Pessoas coletivas de direito público, pertencentes à administração central, incluindo assim Institutos Públicos, autarquias locais, comunidades intermunicipais e áreas metropolitanas;
Entidades que integram o setor empresarial do Estado ou o setor empresarial local;
Estabelecimentos de ensino superior
DREQP (RAA) II
2.14 Integra (Açores) Apoios à contratação, que visam promover a criação de novos postos de trabalho na Região Autónoma dos Açores, através da atribuição de um apoio financeiro a entidades empregadoras que contratem desempregados inscritos nas Agências para a Qualificação e Emprego da Região Autónoma dos Açores, por um período não inferior a um ano e que, simultaneamente, mantenham o mesmo nível de emprego Pessoas singulares ou coletivas, de direito privado, com ou sem fins lucrativos;
Pessoas coletivas de direito público, pertencentes à administração central, incluindo assim Institutos Públicos, autarquias locais, comunidades intermunicipais e áreas metropolitanas;
Entidades que integram o setor empresarial do Estado ou o setor empresarial local;
Estabelecimentos de ensino superior
DREQP (RAA) II
2.15 Projetos locais de empreendedorismo jovem (Açores) Consistem na atribuição de uma bolsa a jovens desempregados com qualificação de nível superior para desenvolvimento e implementação de projetos empreendedores de âmbito local, que durante um período de colocação em organismos locais, serão por eles apoiados com atividades de coaching e orientação para a constituição de empresas (Região Autónoma dos Açores). Pessoas singulares ou coletivas, de direito privado, com ou sem fins lucrativos;
Pessoas coletivas de direito público, pertencentes à administração central, incluindo assim Institutos Públicos, autarquias locais, comunidades intermunicipais e áreas metropolitanas;
Entidades que integram o setor empresarial do Estado ou o setor empresarial local;
Estabelecimentos de ensino superior
DREQP (RAA) II
2.16 Estágios Madeira Visam complementar e desenvolver as competências dos jovens desempregados, pelo exercício acompanhado de competências adquiridas e melhorar o seu perfil de empregabilidade, através de uma experiência prática em contexto de trabalho. Pessoas singulares ou coletivas, de direito privado, com ou sem fins lucrativos;
Pessoas coletivas de direito público, pertencentes à administração central, incluindo assim Institutos Públicos, autarquias locais, comunidades intermunicipais e áreas metropolitanas;
Entidades que integram o setor empresarial do Estado ou o setor empresarial local;
Estabelecimentos de ensino superior
IEM (RAM) II